Tudo sobre enxaquecas e dores de cabeça

Qual é a diferença entre dor de cabeça e enxaqueca? Onde dói?

A principal diferença entre uma dor de cabeça e uma enxaqueca é a zona onde se sente a dor: a primeira sente-se em ambos os lados da cabeça, enquanto a segunda afeta apenas um dos lados. Para além disso, a dor de cabeça costuma caracterizar-se por uma sensação de pressão na área do cérebro, enquanto que a enxaqueca é acompanhada por outros sintomas como náuseas, hipersensibilidade à luz e dor na região ocular ou na orelha.

O que a dor de cabeça pode significar? É grave?

Existem vários tipos de dor de cabeça, com diferentes causas, sintomas e significados. Na maior parte dos casos, a dor de cabeça não é grave e é desencadeada por fatores como stress, problemas de sono ou uma simples constipação. No entanto, é também possível que a dor de cabeça seja sinal de uma doença mais grave, particularmente quando é acompanhada por outros sintomas. Nesse caso, torna-se essencial procurar ajuda médica o mais rapidamente possível.

O que a enxaqueca pode significar? É grave?

Uma enxaqueca é considerada mais severa que uma dor de cabeça, muito porque os sintomas que causa são mais incapacitantes e podem durar vários dias. No entanto, quando devidamente diagnosticada e acompanhada, esta condição não é particularmente perigosa.

Como aliviar a dor de cabeça?

Existem várias maneiras de aliviar a dor de cabeça, dependendo da severidade da mesma:

  • Beber água;
  • Beber café ou chá com moderação (contêm xantinas);
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Dormir sete a nove horas por noite;
  • Aplicar uma compressa fria na zona afetada;
  • Tomar um medicamento analgésico

Como aliviar a enxaqueca?

Existem também diversas maneiras de lidar com uma enxaqueca que, na verdade, são bastante semelhantes àquelas que referimos na pergunta anterior:

  • Usar uma compressa fria na testa, cabeça ou pescoço (onde proporcionar um maior alívio);
  • Descansar num quarto escuro e silencioso;
  • Dormir sete a nove horas por noite;
  • Usar óculos de sol em zonas com muita luz;
  • Tomar um medicamento analgésico.

A que médico devo ir se tiver enxaquecas? Quando devo ir?

Se tiver enxaquecas, poderá ir ao seu médico de família. Caso seja necessário, ele ou ela poderá indicar-lhe um médico especialista, para analisar os seus sintomas de maneira mais aprofundada. Relativamente à segunda pergunta, deverá marcar uma consulta se:

  • Nenhum remédio natural ou medicamento sem receita médica parece resultar;
  • As suas enxaquecas duram mais do que três dias;
  • Costuma ter enxaquecas mais do que uma vez por mês;
  • As suas enxaquecas têm vindo a afetar a sua vida pessoal e profissional.

Por outro lado, se experienciar a enxaqueca e algum dos seguintes sintomas em simultâneo, deverá dirigir-se às emergências imediatamente:

  • Tonturas;
  • Dormência no corpo;
  • Febre;
  • Dificuldades em respirar;
  • Náuseas intensas e vómitos;
  • Dificuldade a falar;
  • Convulsões;
  • Mudanças de personalidade e comportamentos inadequados.

O que tomar para a dor de cabeça? Ibuprofeno?

Na maior parte dos casos, tomar um anti-inflamatório e analgésico com ibuprofeno é uma solução bastante eficaz para lidar com a dor de cabeça.

É normal ter dor de cabeça todos os dias?

Se tem dores de cabeça na maioria dos dias, é possível que tenha cefaleia de tensão crónica. Esta condição pode ter um grande impacto no seu bem-estar. Por isso, é essencial que fale com o seu médico e descubra a maneira mais eficaz de gerir as suas dores.

O que significa dor de cabeça num dos lados?

A dor de cabeça num dos lados costuma ser de três tipos: enxaqueca, cefaleia de tensão (dor caracterizada por uma sensação de pressão) e cefaleia em salvas (dores intermitentes que duram dias, semanas, ou até meses). Pode também ser sinal de uma sinusite, de uma doença inflamatória, de uma lesão, ou de que tem tomado uma quantidade demasiado elevada de determinada medicação.

O que significa azia e dor de cabeça?

Uma dor de cabeça acompanhada por uma sensação de azia pode ser indicativa de problemas de refluxo gastroesofágico, mas neste caso, deverá também sentir outros sintomas comuns desta condição, como regurgitação, rouquidão e ardor no peito.

O que significa enjoos/vómitos e dor de cabeça?

Tanto a dor de cabeça como os enjoos são sintomas muito comuns que todos nós já experienciámos. Quando sentidos em simultâneo, pode ser sinal de enxaquecas, hipoglicemia, ansiedade, reação alérgica a um alimento, intoxicação alimentar, ou gripe. A dor de cabeça e os enjoos podem também ser sinais de uma gravidez.

O que significa dor de cabeça perto do olho?

A dor de cabeça perto dos olhos é bastante comum e é muitas vezes acompanhada por hipersensibilidade à luz. Pode ser de três tipos anteriormente referidos: cefaleia de tensão, cefaleia em salvas ou enxaqueca, ou ser sintoma de uma sinusite ou de fadiga ocular.

O que significa dor de cabeça na nuca?

Se sentir uma dor de cabeça na sua nuca, o mais provável é que se trate de uma cefaleia de tensão. Este tipo de dor pode também ser desencadeado por problemas de postura, principalmente se passar muito tempo sentado/a à frente do computador. É também o típico tipo de cefaleias associadas a hipertensão arterial

O que significa dor de cabeça perto do ouvido?

A dor de cabeça perto do ouvido é algo raro e costuma ser indicativa de problemas como: nevralgia occipital (isto é, lesão ou inflamação do nervo grande occipital), quando acompanhada por dores no pescoço e nuca; mastoidite (infeção do mastóide); disfunção temporomandibular; ou problemas dentais.

O que significa dor de cabeça e febre?

Dor de cabeça e febre são outros dois sintomas que todos já sentimos e, quando ligeiros, costumam ser resultado de uma constipação ou gripe. No entanto, dependendo dos restantes sintomas que experienciar, dor de cabeça com febre pode também indicar o aparecimento de alergias, infeções bacterianas, meningite, insolação ou, em casos graves, cancro.

O que significa dor de cabeça ao tossir?

Apesar de não ser usual, algumas pessoas sofrem com um tipo bastante específico de dores de cabeça, que acontecem quando tossem, espirram, assoam o nariz, e até quando riem ou choram. Normalmente, este tipo de dor não é perigoso, a menos que aconteça associada com outros sintomas, como tonturas e desmaios.

O que significa dor de cabeça ao acordar?

Existem várias razões possíveis para as dores de cabeça matinais. É normal, por exemplo, acordar com este tipo de dores se tiver dormido mal, durante fases de stress elevado ou se tiver consumido álcool na noite anterior. Já dores de cabeça matinais regulares podem ser indicativas de insónias, apneia do sono, ansiedade, depressão ou tensão muscular no pescoço.

O que significa dor de cabeça à noite?

As dores de cabeça que acontecem à noite podem ser de três tipos que já conhece – tensão, em salvas ou enxaqueca – ou então de um quarto tipo, que acontece exclusivamente durante a noite, normalmente por volta da mesma hora, e que costuma levar a pessoa a acordar durante a noite algumas vezes por mês. Este último tipo de dor de cabeça é raro e, normalmente, só é experienciado por pessoas com mais de 50 anos.

Porque temos dor de cabeça na ressaca?

Apesar de ainda não haver uma resposta definitiva a esta pergunta, existem várias teorias. Uma delas, por exemplo, é que o consumo de bebidas alcoólicas leva à desidratação que, por sua vez, pode causar a dor de cabeça. Outra sugere que o álcool nos causa alterações hormonais e isso traduz-se nos vários sintomas da ressaca. Outra ainda que o álcool tem um efeito direto no nosso cérebro.

Porque tenho dor de cabeça na TPM (tensão pré-menstrual) e na menstruação?

Durante a menstruação (assim como nos dias antes), o seu corpo passa por muitas flutuações hormonais e é o declínio dos seus níveis de estrogénio e progesterona após os seus ovários libertarem o óvulo que pode levar às dores de cabeça. Para além disso, é normal sentir-se mais stressada durante a menstruação, o que não ajudar a aliviar estas dores.

A dor de cabeça durante a TPM e a menstruação pode ser de dois tipos: dor de cabeça hormonal ou enxaqueca menstrual. Ambas têm as mesmas causas, mas a segunda é mais intensa que a primeira.

Tomar um medicamento analgésico é particularmente eficaz nesta situação.

Que medicamento deve a grávida tomar para a dor de cabeça?

Anteriormente referimos que os medicamentos podem ser uma solução para aliviar a dor de cabeça, mas estes  não são recomendados durante a gravidez. Assim, caso esteja grávida, o melhor que tem a fazer é falar com o seu médico sobre as dores que tem sentido. Caso precise de alívio imediato, experimente descansar num quarto escuro, tomar um banho de água quente ou pedir uma massagem ao seu parceiro/a.

Compressa quente ou fria para a dor de cabeça? E para a enxaqueca?

Aplicar uma compressa quente ou fria na zona afetada pode ser uma solução bastante eficaz tanto para a dor de cabeça, como para a enxaqueca. Saber qual das opções usar depende do tipo de dor que sentir: para enxaquecas, por exemplo, as compressas frias são mais eficazes, enquanto no caso de cefaleia de tensão ou ressaca, será mais indicado usar uma compressa quente.

A ansiedade pode dar dor de cabeça?

Sim, a ansiedade pode levar a dores de cabeça de tensão ou a enxaquecas. A razão pela qual isto acontece não é certa, mas poderá estar relacionada com os elevados níveis de stress, o decréscimo de serotonina e/ou os problemas de sono que a ansiedade causa.

Enxaqueca é sinal de gravidez?

As enxaquecas podem ser um sinal de gravidez mas, nesse caso, deverão ser acompanhadas por outros sintomas mais comuns, como o atraso da menstruação, fadiga, enjoos matinais e mudanças de humor.

Se tiver enxaquecas, posso tomar a pílula?

Sim, mas é fundamental que fale com o seu médico para entender que tipo de pílula poderá tomar, principalmente se tiver enxaquecas com aura (isto é, com perturbações de visão), de modo a não piorar os seus sintomas ou levar a outros problemas.

Se tiver enxaquecas, o que devo e não devo comer?

A sua dieta pode ter um grande impacto na frequência e gravidade das suas enxaquecas. Como tal, sugerimos que opte sempre por alimentos naturais, sem conservantes ou sabores artificiais. Deverá evitar comer chocolate e alimentos com glúten, já que estes podem desencadear enxaquecas.

Se tiver enxaquecas, o que não devo beber?

Um tipo de bebidas que deve definitivamente evitar são as bebidas alcoólicas. Outra são as bebidas com edulcorantes artificiais. O café pode ser útil, particularmente nas enxaquecas. Tente perceber se beber café ajuda a aliviar as suas enxaquecas e tome a sua decisão.


Tudo sobre febre

Como baixar a febre? O que fazer?

Existem várias maneiras de baixar a sua temperatura, incluindo:

  • Beber mais água e bebidas frescas;
  • Tomar um banho de água morna;
  • Descansar;
  • Usar roupa leve, confortável e fresca.
  • Tomar um medicamento antifebril ou antipirético (se a febre for inferior a 39,5ºC);

Como saber se tenho febre?

Se sentir a sua temperatura corporal mais elevada do que o normal e experienciar outros sintomas, como fadiga, arrepios, suores, dores musculares e de cabeça, e sensação de fraqueza, é provável que tenha febre. No entanto, a única maneira de ter a certeza é medindo a sua temperatura. Se o fizer e tiver mais do que 38ºC, tem febre (definição da CDC – Centers for Disease Control and Prevention – USA). Note-se que existem também sociedades médicas onde valores acima de 37,3ºC são considerados febre.

Como medir a febre?

Existem três categorias de termómetros que pode usar para medir a febre:

  • De vidro: a opção mais barata, bastante fácil de ler e que pode ser usado em várias partes do corpo.
  • Digitais: uma alternativa mais moderna, igualmente fácil de interpretar e que indica a temperatura de uma maneira bastante precisa.
  • Infravermelhos: a opção mais cara, mas também mais rápida.

É febre a partir de quantos graus? Até quando é normal?

Como referimos antes, para um adulto, uma medição acima dos 38ºC é considerada febre. Na maior parte dos casos, a febre não deverá ir muito além dessa temperatura, mas se a sua atingir os 39,5ºC ou mais, deverá imediatamente falar com o seu médico.

Que tipos de febre existem?

A febre pode ser categorizada dependendo da:

  • Gravidade:
    • Febre baixa: de 38ºC a 39ºC;
    • Febre moderada: de 39,1ºC a 40ºC;
    • Febre elevada: de 40,1ºC a 41ºC;
    • Febre grave: mais do que 41ºC.
  • Duração:
    • Aguda: até sete dias;
    • Persistente: de sete a 14 dias;
    • Crónica: durante mais do que 14 dias.
  • Causa:
    • Viral;
    • Bacteriana;
    • Fúngica;
    • Devido à exposição a alergénios;
    • Devido ao início do uso de determinada medicação.

Quando me devo medicar quando tenho febre?

Se a sua febre (inferior a 39,5ºC) lhe causar desconforto e nenhuma solução natural parecer resultar, poderá tomar um medicamento antifebril, como indicado no folheto informativo, de modo a baixar a temperatura e aliviar o desconforto. Se ao fim de três dias de medicação não notar diferenças, deverá então contactar o seu médico.

Porque é que a febre dá frio?

Todos nós já sentimos arrepios quanto tínhamos febre e, apesar de parecer uma combinação estranha, há uma razão para que isso aconteça. Quando tem febre, o seu corpo produz químicos que pedem ao seu cérebro para repor o seu termóstato interno para uma temperatura elevada. Assim, em vez dos 36,5ºC do costume, a sua temperatura normal naquele momento é de, por exemplo, 38ºC. Como resposta, o seu corpo precisa de gerar calor para atingir esse “novo normal” e fá-lo ao contrair e relaxar músculos, causando assim os arrepios.

Porque é que a febre dá sono?

Uma maneira de combater a gripe e a febre é descansando regularmente e dormindo sete a nove horas por noite. Na verdade, enquanto dorme, o seu sistema imunitário é bastante mais eficaz do que enquanto está acordado/a. Por essa razão, quando está doente, o seu corpo força-o/a a abrandar ao causar mais sono do que é costume, de modo a conseguir melhorar mais rapidamente.

Porque é que a febre dá dores no corpo?

Muitas vezes, a febre é um sintoma de uma infeção viral ou bacteriana e, para as combater, o seu sistema imunitário liberta glóbulos brancos, que causam uma reação inflamatória com consequentes dores no corpo.

Porque a febre pode causar delírios?

Não é usual a febre causar delírios, mas quando se tratam de temperaturas bastante elevadas, isso pode acontecer, porque o seu organismo liberta citocinas inflamatórias, que ajudam o seu corpo a combater a febre mas, ao mesmo tempo, interferem com a atividade do seu cérebro.

Porque é que a febre pode causar convulsões?

As convulsões febris costumam afetar crianças até aos cinco anos de idade e, apesar de assustadoras, são quase sempre inofensivas. Normalmente, estas convulsões ocorrem como sinal da infeção que está também a causar a febre.

Porque é que a febre pode não baixar? O que fazer?

Se a sua febre persistir durante mais de três dias, mesmo depois de experimentar soluções naturais e medicamentosas, o mais provável é que esteja a lidar com uma condição mais complexa e que necessita, por isso, também de outro tipo de tratamentos. Nesse caso, deverá entrar em contacto com o seu médico para perceber qual a verdadeira razão por trás da sua febre.

Quem tem febre pode comer fruta?

Pode. Comer fruta não vai piorar a sua febre; na verdade, a vitamina C, os minerais e os antioxidantes presentes na fruta até lhe irão fazer bem.

Quem tem febre pode doar sangue?

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde, caso apresente sintomas de gripe (incluindo febre) de 1 de maio a 31 de outubro, será suspenso da doação durante 28 dias. Fora desse período, se tiver febre, pode voltar 15 dias depois e caso já não tenha sintomas nem esteja a fazer nenhuma medicação, pode então proceder com a doação.

O que significa febre com suor?

É perfeitamente normal (e até positivo) suar mais do que o costume quando se tem febre. O seu corpo fá-lo como uma maneira de se refrescar e iniciar o processo de recuperação da febre. No entanto, se o suor for demasiado, mesmo tendo em conta a febre, é aconselhável que procure ajuda médica.

O que significa febre com dores de barriga, vómitos e/ou diarreia?

Ter febre, dores de barriga, vómitos e/ou diarreia ao mesmo tempo pode ser sinal de uma febre viral (o tipo de febre mais comum entre adultos, normalmente fácil de tratar); de uma infeção gastrointestinal; ou da chamada traveler’s fever, ou febre de viajante, que pode acontecer quando o seu corpo se está a habituar a alimentos que experimenta pela primeira vez quando está noutro país (ou se consumir água contaminada por engano).

O que significa febre perto da menstruação?

Muitas mulheres sofrem com sintomas semelhantes aos da gripe nos dias antes da menstruação, incluindo náuseas, dores de cabeça e febre. Não é conhecida uma razão certa pela qual isto acontece, mas muitos investigadores sugerem que é devido às flutuações hormonais que ocorrem durante este período.

O que significa febre e dores no corpo?

Tanto a febre como as dores de corpo são sintomas de gripe. Contudo, eles podem também ser sinal de outras condições mais graves, como lúpus (se acompanhados de irritação cutânea, inchaço nas articulações e fadiga), doença de Lyme (se acompanhada de fadiga, dor de cabeça e suores frios) ou pneumonia (se acompanhados de dificuldade em respirar e dores de peito). Caso os sintomas persistam, marque uma consulta médica.

O que significa febre e dor de cabeça?

Sentir febre e dores de cabeça simultaneamente pode ser resultado de uma gripe normal. No entanto, poderá também ser indicativo de uma infeção do sistema nervoso central, o que por sua vez pode sugerir outras doenças como a meningite ou uma infeção cerebral. Nesse caso, é importante obter ajuda médica rapidamente. Os dois sintomas podem também resultar da febre de viajante que referimos anteriormente, particularmente se também experienciar náuseas e inchaço.

O que significa febre e dor nos olhos?

As infeções do sistema nervoso que referimos na pergunta anterior podem ter como sintoma adicional a hipersensibilidade à luz. No entanto, a febre não costuma ser acompanhada por dor de olhos. Se sentir os dois sintomas simultaneamente, ligue ao seu médico assim que puder.

O que significa febre e tosse seca?

Ter febre e tosse seca ao mesmo tempo pode ser sinal de dois tipos de infeções: do sistema respiratório inferior caso também sinta dificuldades em respirar, produção elevada de muco e dor no peito; ou do sistema respiratório superior, caso também tenha corrimento nasal, dor de garganta e dor de cabeça. Adicionalmente, a tosse pode ser sintoma de uma febre viral.

O que significa febre e falta de ar?

Uma infeção do sistema respiratório inferior pode causar febre e dificuldades em respirar.

O que significa febre e garganta inflamada?

Garganta inflamada é um sintoma muito comum da gripe. No entanto, se para além da febre e dor de garganta, notar o aparecimento de manchas brancas na garganta, alguma dor a engolir e mau hálito, há também a possibilidade de ter uma amigdalite ou faringite bacteriana.

Febre é sinal de gripe?

Como foi mencionado em várias respostas acima, sim, pode ser. Perceber se tem uma gripe ou outro problema mais grave depende dos restantes sintomas que experienciar. 

Com febre tomo banho quente, morno ou frio?

Se tiver febre, não é aconselhável tomar banhos frios, pois fazê-lo pode acabar por elevar a sua temperatura interna. O melhor é tomar banhos de água morna, que o/a relaxem e ajudem a que melhore mais rápido.

Tudo sobre dores menstruais

Que tipos de dores menstruais (dismenorreia) existem? Onde são?

Existem dois tipos de dores menstruais: a dismenorreia primária e a dismenorreia secundária. 

A primária é o tipo mais comum de dor menstrual. Começa um a dois dias antes da menstruação aparecer e normalmente desaparece ao final de três dias. Caracteriza-se por uma dor aguda e pressão na região inferior do abdómen e costuma afetar mulheres entre os 17 e os 25 anos de idade. Já a dismenorreia secundária tende a afetar mulheres até aos 30 anos, é sentida de uma maneira mais intensa e duradoura e pode surgir como um sintoma de outros problemas (nomeadamente, da endometriose).

O que causa as dores menstruais? Porque a sentimos?

Durante a menstruação, uma parte do revestimento interno do útero é expulso e, com ele, são também expulsas certas substâncias hormonais, incluindo as prostaglandinas, essenciais para ajudar o útero a contrair (e assim não perder muito sangue) durante todo o processo. O que acontece é que os  níveis de prostaglandinas acabam por tornar-se bastante elevados, o que leva o  útero a contrair-se de uma maneira muito intensa, causando então as dores menstruais.

É normal ter dores na menstruação?

Sim, é perfeitamente normal ter dismenorreia primária durante a menstruação. Na verdade, cerca de 80% das mulheres experienciam este tipo de dores pelo menos uma vez. No entanto, estas dores menstruais deverão responder bem a medicamentos analgésicos. Se esse não for o caso, e se as dores forem acompanhadas de um fluxo sanguíneo bastante intenso com coágulos, poderá tratar-se de uma dismenorreia secundária, que deverá ser avaliada por um médico.

As dores chegam quantos dias antes da menstruação?

A dismenorreia primária costuma surgir um ou dois dias antes da menstruação, enquanto a secundária pode aparecer três a cinco dias antes. No caso de ser a primeira menstruação, o desconforto pode surgir meses antes.

Como aliviar e acalmar dores menstruais e cólicas muito fortes?

Algumas das soluções mais eficazes para dores menstruais fortes são:

  • Tomar comprimidos analgésicos;
  • Beber chá de camomila;
  • Tomar cápsulas de gengibre ou de curcuma;
  • Aplicar um saco de água quente na zona inferior do abdómen;
  • Massajar o abdómen durante cinco minutos por dia, no mínimo;
  • Tomar suplementos de magnésio;
  • Experimentar acupuntura.

Que medicamento tomar para as dores menstruais: paracetamol ou ibuprofeno?

No que toca a dores menstruais, estudos científicos comprovam que o ibuprofeno é mais eficaz do que o paracetamol e é comummente utilizado para aliviar este tipo de dores.  

Devo usar um saco de água quente para as dores menstruais?

É uma solução bastante eficaz, sim. Claro que irá depender do quão severas as  dores são mas, seja como for, o calor do saco irá ajudar o  útero a relaxar, aliviando as dores e proporcionando-lhe algum conforto.

Tenho dores e menstruação atrasada, são dores menstruais?

Sentir dores mas não ter menstruação pode ser sinal de várias coisas. Se também se sentir exausta, enjoada (principalmente de manhã) e com tonturas, poderá estar grávida. Se tiver ganho peso rapidamente e notar algum excesso de pelos no corpo, pode tratar-se de síndrome de ovário poliquístico. Por último, pode também ser sinal de uma deficiência nutricional ou anemia.

Tenho dores e menstruação irregular, estão relacionadas?

Podem estar. Um dos sintomas do síndrome de ovário poliquístico que referimos acima é a irregularidade da menstruação, pelo que essa é uma possibilidade. Outra é a endometriose, que costuma também manifestar-se através de dores de barriga, dores durante e após ter relações sexuais e infertilidade. Se as dores e a irregularidade da menstruação persistirem e sentir também outros sintomas, fale com o seu médico.

Tenho dores menstruais fora do período, é normal?

Como já mencionámos é normal sentir dores alguns dias antes do início da menstruação. Para além disso, pode também ter dores depois da menstruação, no abdómen e nas costas. Estas dores podem não ser um problema sério, mas não deverão prolongar-se por mais dias do que a menstruação. Caso isso aconteça, é importante que marque uma consulta com o seu médico.

Tenho dores menstruais o mês todo. O que pode ser?

Ter dores menstruais constantemente pode ser um sintoma de endometriose, que acontece quando o tecido endometrial – ou seja, o revestimento interno do útero – cresce fora da cavidade uterina. Outros sintomas desta doença são: dor durante e após relações sexuais, dor de costas e náuseas.

Tenho dores menstruais e pouco fluxo. É normal?

Cada mulher tem um fluxo diferente e esse fluxo pode até variar de mês para mês. Para além disso, é normal sangrar cada vez menos à medida que se envelhece. Contudo, numa mulher jovem, um fluxo demasiado leve pode sugerir que o seu peso é demasiado baixo, que está grávida ou que está a passar por uma fase de muito stress.

Porque fica a barriga inchada com as dores menstruais?

Antes e durante a menstruação, os seus níveis de progesterona e estrogénio flutuam e isso pode levar o seu corpo a reter mais água. Por essa razão, para além das dores, é normal sentir-se inchada durante o seu período menstrual.

É normal ter dores menstruais nas costas?

Sim, principalmente na zona inferior das costas. A razão é simples: as contrações que sente à medida que o seu corpo expulsa o revestimento interno do útero podem acabar por colocar pressão nos vasos sanguíneos das suas costas, diminuindo a quantidade de oxigénio que lá chega e contribuindo para o desconforto. Tomar um analgésico é uma maneira eficaz de aliviar estas dores.

É normal ter dores musculares com a menstruação?

Sim, é perfeitamente normal ter dores musculares e até nas articulações, devido às prostaglandinas que referimos anteriormente, às flutuações hormonais e, possivelmente, aos níveis baixos de magnésio no seu corpo. Usar o saco de água quente, consumir alimentos ricos em magnésio e fazer exercício físico moderado pode ajudar.

É normal ter dores menstruais só de um lado?

Se a dor que sente for apenas num dos lados do seu abdómen, for aguda e bastante intensa, poderá ter um quisto no ovário que pode diminuir o fluxo sanguíneo até lá. Este problema pode afetar a longo prazo o ovário em questão e, por isso, é fundamental procurar ajuda médica imediatamente.

É normal ter vómitos com as dores menstruais?

Sim, por vezes as dores de abdómen são tão intensas que levam a enjoos, vómitos e até algumas tonturas. Para além disso, as prostaglandinas podem também acabar por entrar no seu fluxo sanguíneo e causar as náuseas. Geralmente, as náuseas e os vómitos durante a menstruação não são razão para se preocupar.

É normal sentir dores menstruais na menopausa?

Durante a pré-menopausa (isto é, os quatro a oito anos em que o seu corpo começa a transição para a menopausa), é normal ter dores menstruais e estas costumam até ser mais intensas do que eram. Isto acontece porque durante este período, o seu corpo produz mais estrogénios e, consequentemente, mais prostaglandinas. No entanto, a partir do momento em que a sua menopausa começa efetivamente, deverá deixar de sentir dores menstruais.

Tenho dores menstruais se tomar a pílula?

A pílula contém versões sintéticas de estrogénio e progesterona e, segundo alguns estudos, ajuda a limitar a quantidade de prostaglandinas que o corpo liberta. Por esta razão, tomar a pílula costuma reduzir ou até eliminar as dores menstruais. 

Tenho dores menstruais com o DIU?

Se o DIU (dispositivo intra-uterino) tiver cobre, poderá sentir dores (principalmente durantes os primeiro seis meses) e elas podem até ser mais intensas do que é costume. Já um DIU hormonal pode ter o efeito contrário, sendo por vezes sugerido a mulheres que têm dores severas mês após mês.